Follow by Email

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

I don't approve this!

Boa noite Brasil! Eu vim aqui toda serelepe pimpona com uma idéia magnifique para um quadro em meu blog com o seguinte título: "Fuja!". Onde nele eu diria de quais produtos você deveria fugir, porém, contudo, todavia, entretanto, who i am para dizer o que você deve ou não usar? Eu só posso compartilhar minhas experiências e que fique a seu critério se vai usar ou não, determinado produto.

Hoje meu post de "I don't approve" vai para: Base Tango.


Proposta: De ser uma base livre de óleo, a base de água. Ideal para peles oleosas.

O que eu achei: Infelizmente ainda não tenho fotos para mostrar o efeito (ou falta dele) na minha pele. O que posso dizer é que, definitivamente, eu não compraria de novo. Eu usei algumas vezes, a long time ago, porque eu ainda era muito noob nessa coisa de cosméticos e como gosto muito dos produtos da Tango, comprei. Dinheiro jogado no lixo. Aliás, 10 dinheiros que poderiam comprar outro produto melhor.

Então, porque eu não gostei? Como eu repetirei exaustivamente, minha pele é podre de oleosa, então não é qualquer coisa que vai cair bem comigo. E eu tenho muitas cicatrizes de acne que procuro esconder. Então essa base não atendeu a nenhum dos meus desejos. Não cobriu absolutamente nada  na minha pele, por mais que eu tenha tentado usar duas ou três camadas. Não tem durabilidade nenhuma. A minha pele ficou brilhosa e pegajosa e eu saí depositando base em camisas, rostos e telefones alheios, troféu King Kong para a base e para mim. Portanto, apesar de ser baratinha e de uma marca brasileira que eu considero relativamente boa e sempre foi uma alternativa para mim, essa base definitvamente está na minha lista negra!

Enfim, Anonimous not approve. Mas, o preço dela é bem camarada, 10 dinheiros (pelo menos quando eu comprei e já tem um tempinho,viu) e você encontra em lojas de cosméticos e perfumarias. Se você não sofre com a oleosidade excessiva da sua pele, pode ser que essa base seja uma boa alternativa para você, colega.


Câmbio, desligo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário